SP (11) 2199-5800 – RJ (21) 3553-3962

Equipamentos corretos para a mudança de data center

Mudança de data center: 4 passos para uma migração bem-sucedida

Mudança de data center: 4 passos para uma migração bem-sucedida

Mudança de data center: 4 passos para uma migração bem-sucedida

A evolução tecnológica possibilitou diversos avanços na rotina das empresas, mas também as tornou dependentes da eficiência digital. Nesse sentido, os data centers desempenham um papel crucial nas operações do negócio, garantindo a eficiência operacional, segurança e escalabilidade.

No entanto, a necessidade de mudança de data center, ou data center migration, surge à medida que as demandas crescentes impõem novos desafios e oportunidades. Muitas empresas acabam adiando esse momento porque não se sentem preparadas, sem saber que isso pode estar impedindo resultados e criando gargalos de produtividade.

Pensando nisso, neste artigo, exploraremos os passos essenciais para realizar uma migração de data center bem-sucedida, considerando desde a avaliação da infraestrutura atual até a implementação de tecnologias emergentes. Continue acompanhando!

O que é a mudança de data center e quando considerar?

A mudança de data center, ou realocação, é um processo complexo que envolve transferir todo o ambiente operacional de um data center existente para outro local 

Por isso, considerar o data center moving requer uma análise cuidadosa da infraestrutura atual, avaliando se ela atende aos requisitos futuros esperados, é compatível com as aplicações e soluções atuais, e realiza uma migração de teste para garantir uma transição suave. Se a infraestrutura atual está limitando a inovação e prejudicando o desempenho operacional, é hora de considerar a mudança.

A mudança de data center ainda pode ser influenciada por diversos fatores, como:

  • Expansão dos negócios: à medida que as empresas crescem, a capacidade do data center existente pode se tornar insuficiente para suportar as demandas crescentes de processamento e armazenamento de dados.
  • Atualização Tecnológica: a rápida evolução das tecnologias de data center pode tornar obsoletos os sistemas existentes, impactando negativamente a eficiência e a competitividade da empresa.
  • Eficiência operacional: a busca pela eficiência operacional leva à avaliação constante das práticas e tecnologias, impulsionando a necessidade de mudanças estratégicas.
  • Adaptação a novas tendências: tendências emergentes, como computação em nuvem e automação, podem exigir uma reestruturação para garantir a alinhamento com as melhores práticas do setor.

Ou seja, muitas vezes o data center moving é necessário para que sua empresa não perca vantagem competitiva e saiba se adaptar a novas tendências tecnológicas. No entanto, é necessário fazer a realocação de forma segurapara não atrapalhar a operação atual. Vamos entender mais sobre isso abaixo.

Passos para realizar um Data Center Moving

Está pensando em realocar seu data center e não sabe por onde começar? O primeiro passo é dividir sua estratégia em 4 partes, que consideram o período anterior (pré), durante (moving) e posterior a mudança (pós). Dessa forma, vai ficar mais fácil estruturar um plano de ação completo e evitar prejuízos.

Agora que você sabe disso, confira abaixo as principais informações para uma migração eficiente.

Avaliação da infraestrutura atual

Antes de iniciar o processo de mudança de data center, é crucial realizar uma avaliação abrangente da infraestrutura existente. Isso inclui a análise da capacidade, eficiência energética e segurança do data center atual.

A etapa de avaliação é fundamental para mitigar riscos de downtime não planejados durante a mudança.  Para isso, durante essa fase, é necessário entender completamente os processos de funcionamento do data center, documentar todos os componentes e serviços e mapear o ambiente de origem.

O mapeamento e identificação de todos os componentes e serviços são essenciais para corrigir possíveis falhas e garantir que o desempenho operacional do data center não seja comprometido mesmo durante o período de adaptação.

Análise das tecnologias e arquiteturas

A tecnologia avança rapidamente, e a escolha das tecnologias certas durante a mudança de data center vai impactar completamente o nível da sua eficiência operacional.

Nesta fase, é crucial analisar as tendências emergentes em tecnologias de data center, como:

  • computação em nuvem.
  • virtualização.
  • automação.
  • inteligência artificial.
  • monitoramento.

Ao analisar e comparar essas tecnologias e arquiteturas, fica mais fácil prever futuras tendências e tomar decisões, que alinham a infraestrutura com suas metas de negócios.

Por exemplo, a computação em nuvem oferece a flexibilidade necessária para lidar com demandas variáveis, enquanto a virtualização permite a consolidação de servidores, otimizando recursos. A automação, por sua vez, simplifica tarefas repetitivas e melhora a eficiência. Já a inteligência artificial é a nova tendência da transformação digital.

Embora essas sejam ferramentas que podem aumentar o investimento, elas também são uma peça fundamental para o futuro da sua empresa no mercado competitivo.

Planejamento da migração

Agora, começamos a etapa de moving, em que vamos colocar realmente a mão na massa e começar a fazer tudo acontecer. Nesse momento, o planejamento da migração é crucial, e começa com a identificação minuciosa dos sistemas críticos da empresa.

Nessa etapa, é importante realizar uma análise abrangente dos seus softwares, para determinar quais sistemas são fundamentais para as operações diárias.

Isso inclui avaliar a interdependência entre os sistemas e entender como a migração de cada componente afetará o todo.

Também é importante realizar migrações de teste em ambientes controlados, permitindo a identificação e resolução antecipada de possíveis problemas. Testes de desempenho, integridade de dados e resiliência são priorizados para garantir uma transição suave.

Com um bom planejamento, é possível até mesmo prever possíveis riscos e, dessa forma, minimizar danos. Nesse sentido, também é ideal gerencialmente de riscos, considerando potenciais interrupções nos serviços, falhas de hardware e outros desafios imprevistos. Falaremos mais sobre isso abaixo.

Gestão de riscos e contingências

A criação de planos de contingência detalhados é destacada como uma medida preventiva essencial para lidar com imprevistos durante a mudança de data center. Isso inclui a documentação detalhada de ativos, protocolos de rede e backup.

Além disso, também é importante se preparar para possíveis cenários adversos, como falhas de energia ou perda de dados para manter a continuidade operacional durante a transição.

Esse gerenciamento de riscos pode continuar sendo realizado mesmo depois da mudança de data center, prevendo possíveis falhas no sistema antes que elas aconteçam ou até mesmo antecipando tendências futuras.

Principais desafios na mudança de Data Center

Os desafios mais comuns do data center moving são os imprevistos, como interrupções no serviço e os custos associados a isso. Por isso, é tão importante contar com um planejamento completo, que prevê  incidentes antes que eles aconteçam, ou com uma parceria especializada em TI que pode fazer isso por você, como a Tecnocomp.

Se a resposta é sim, então, as chances de otimizar operações ao adotar novas soluções de data center moving são altíssimas e, na maioria das vezes, necessárias para a sobrevivência no mercado competitivo.

Principais vantagens do data center moving

Abaixo, reunimos os principais motivos pelos quais você pode querer mover seu data center: 

  • Melhoria na eficiência energética: infraestruturas mais modernas geralmente incorporam tecnologias mais eficientes do ponto de vista energético, reduzindo os custos operacionais a longo prazo.
  • Aprimoramento da segurança cibernética: novas instalações proporcionam a oportunidade de implementar medidas de segurança mais avançadas, protegendo os dados contra ameaças cibernéticas crescentes.
  • Aumento da escalabilidade: ambientes atualizados permitem escalabilidade, facilitando a adaptação rápida às mudanças nas demandas de negócios.
  • Otimização de recursos: a mudança de data center oferece a oportunidade de otimizar a infraestrutura, eliminando redundâncias e maximizando a utilização de recursos.

Como adotar a mudança de Data Center em uma empresa

Quer gerenciar sua mudança de data center de forma efetiva? Considere as dicas abaixo para não perder a eficiência em nenhuma etapa:

  • Capacitação da equipe: Realize treinamentos para capacitar os membros da equipe, visando assegurar um foco integral na transição. Isso garantirá que um membro da equipe esteja constantemente monitorando o processo de migração, antecipando possíveis pontos de estrangulamento.
  • Monitoramento e Análise: é crucial acompanhar de perto o progresso da mudança e avaliar se as vantagens esperadas estão se materializando conforme o planejado.
  • Parceria estratégica: estabelecer uma parceria estratégica com uma empresa especializada em facilitar transições bem-sucedidas de data center é essencial. Isso contribuirá para uma transição suave, reduzindo riscos e garantindo a eficiência do processo.

A importância de parcerias para o sucesso

Mesmo que sua empresa conte com uma equipe de especialista em TI, é importante contar também com um olhar especializado de fora, que vai garantir que seu data center esteja sempre em funcionamento e reduzir riscos consideravelmente.

A Tecnocomp, com sua expertise, oferece suporte desde o planejamento até a implementação, tornando-se uma peça fundamental para o sucesso do projeto. 

Com nossa ajuda, é possível realocar sua equipe para outras tarefas enquanto nós cuidamos da mudança de data center, priorizando resultados. Quer saber como fazemos isso? Saiba mais sobre nossa solução de data center.

Comece a
mudança agora

Tel: 55 11 2199.5800