SP (11) 2199-5800 – RJ (21) 3553-3962

Data Center

O que é um Data Center e qual sua importância?

O que é um Data Center e qual sua importância?

O que é um Data Center e qual sua importância?

Um Data Center é uma instalação física que abriga toda a infraestrutura de TI de uma empresa e centraliza as operações e equipamentos com a finalidade de armazenar, processar e compartilhar dados e aplicativos. Hoje, com a crescente digitalização dos negócios, o data center é uma peça fundamental para as organizações, tanto para armazenar dados, quanto para rodar aplicações de negócios.  

Os componentes de um data center incluem principalmente sistemas de armazenamento, roteadores, controladores de entrega de aplicativos, firewalls e servidores. Além deste equipamento técnico, um data center também abriga componentes importantes para sua estrutura física, tais como fonte de alimentação, sistemas de refrigeração, subsistemas de energia, geradores de backup e muito mais.  

O papel do data center 

Hoje, o data center é parte crítica de uma empresa por ser projetado para oferecer os recursos e aplicativos de negócios voltados para tornar o armazenamento, gerenciamento, backup e recuperação de dados mais eficientes. Aplicações na nuvem, soluções de transações bancárias, games online, big data, análise de dados são apenas alguns exemplos do infinito uso de data centers em todo o mundo. Tanto que é possível afirmar que todas as organizações, sejam privadas ou entidades governamentais, utilizam seus serviços e recursos de alguma forma. 

No atual cenário de negócios orientado a dados, os data centers permitem que as empresas gerenciem, armazenem e analisem seus dados com eficiência e segurança. Eles oferecem inúmeros benefícios, incluindo gerenciamento centralizado de dados, escalabilidade, segurança, redundância e economia de custos. 

Tipos de data center 

Há diferentes modelos de Data Center e, dependendo da estratégia da empresa e de suas cargas de trabalho, é possível usar mais de um tipo para tirar o máximo proveito da tecnologia. 

Corporativo 

Apesar do crescimento da tecnologia na nuvem, os data centers corporativos ainda são muito utilizados por grandes empresas. Nesse modelo, toda a infraestrutura de TI está hospedada no local para garantir um maior controle sobre as informações e cumprir com normas de conformidade e privacidade, como a LGPD mais facilmente. Nesse caso, a empresa é totalmente responsável pelo gerenciamento, implantação, monitoramento e segurança. 

Nuvem pública/privada/híbrida 

O data center em nuvem é aquele que abriga todos os recursos e infraestrutura de TI, como o nome diz, na nuvem. Ou seja, esses recursos são compartilhados com vários clientes, bastando para isso uma conexão com a internet. Neste modelo, as empresas contam com infraestruturas redundantes, com diversos servidores espalhados em vários locais para garantir acesso ininterrupto, além de oferecerem recursos de análise de dados, inteligência artificial e aplicativos de entrega de conteúdo. 

Gerenciado 

O data center gerenciado é uma opção para empresas que não contam com o espaço físico necessário para uma infraestrutura de TI, equipe ou a experiência necessária para implantar e gerenciar essa estrutura no local, mas também não estão dispostas a colocar suas informações e ativos em um data center na nuvem pública. 

Dessa forma, a empresa aluga servidores dedicados, espaço de armazenamento e infraestrutura de rede em um provedor externo, que é o responsável pelo seu gerenciamento e monitoramento. 

Colocation 

O data center colocation, assim como o gerenciado, também é uma opção para a falta de espaço, mas, nesse caso, a empresa já conta com a infraestrutura de TI e aluga um espaço para alocá-la, garantindo acesso exclusivo e responsabilidade por gerenciá-lo. Entretanto, atualmente, a maioria dos provedores de colocation já oferecem serviços de gerenciamento e monitoramento próprio, reduzindo o trabalho da empresa contratante. 

Componentes de um data center 

Arquitetura, recursos e requisitos de um data center podem ser totalmente diferentes dependendo da empresa ou finalidade. Por exemplo, um servidor na nuvem conta com infraestrutura bem diferente de outro voltado para armazenar dados confidenciais. 

De qualquer forma, não importando a finalidade, o data center precisa ser eficaz em seu funcionamento, equilibrando investimentos e garantindo a melhor usabilidade e segurança aprimorada. Por isso, os componentes podem ser definidos assim: 

Estrutura 

É o espaço disponível para os equipamentos de TI e com os recursos necessários para seu pleno funcionamento. Por exemplo, garantindo o fornecimento de energia e refrigeração necessários para evitar interrupções. O design desse espaço é otimizado e conta com controles ambientais para garantir a manutenção da temperatura e umidade ideais para seu funcionamento. 

Componentes principais 

São os equipamentos e softwares para as operações de TI, armazenamento de dados e aplicativos. Isso inclui sistemas de banco de dados, servidores, infraestrutura de rede, switches, roteadores e soluções de segurança cibernética, como firewalls e antivírus. 

Infraestrutura de suporte 

São os equipamentos e recursos que garantem a segurança e disponibilidade do data center. Segundo o Uptime Institute, essa disponibilidade deve variar de 99,671% a 99,995%. Para isso, a infraestrutura de suporte precisa ter: fontes de alimentação ininterruptas (UPS), controle ambiental, sistemas de segurança física e equipe de operação do Data Center. 

O futuro do data center 

O data center passou por uma grande evolução nos últimos anos para atender a necessidades cada vez mais complexas das empresas, que passaram a se mover para serviços sob demanda. E, para dar suporte a essa transformação, que exige uma capacidade cada vez maior de escala e mobilidade, a infraestrutura moderna passou a depender diretamente da virtualização, da nuvem e de redes definidas por software para que as cargas de trabalho se tornassem mais eficientes e permitissem acesso de qualquer lugar. 

O data center está longe de ser obsoleto. As empresas estão gerando mais dados todos os dias, sejam de processos de negócios, de clientes, de IoT, de dispositivos de monitoramento de pacientes, etc. As empresas podem não estar construindo fisicamente novos data centers centralizados, mas estão modernizando suas instalações existentes e expandindo suas estruturas de rede. 

Olhando para o futuro, a demanda de tecnologia de veículos autônomos, blockchain, realidade virtual e o metaverso apenas estimulará o crescimento do data center. Assim, o futuro também exige que a área de TI tenha uma maior visibilidade e controle sobre seus ativos, não importando qual modelo esteja em uso, garantindo que as melhores práticas de segurança cibernética sejam implementadas. 

E a Tecnocomp oferece soluções de apoio a gestores no design, implantação, condução e segurança sob medida para ambientes de data center, garantindo o desempenho adequado dos recursos de TI disponíveis na sua empresa. Fale com um dos nossos especialistas e saiba como otimizar a qualidade e reduzir custos da sua infraestrutura de TI. 

Comece a
mudança agora

Tel: 55 11 2199.5800