SP (11) 2199-5800 – RJ (21) 3553-3962

outsourcing de ti

Outsourcing de TI: Por que contratar?

Outsourcing de TI: Por que contratar?

Outsourcing de TI: Por que contratar?

A capacidade de colaborar na transformação digital de uma empresa é, atualmente, uma das principais propostas de valor de um contrato, e vem se tornando cada vez mais um diferencial na oferta de serviços de outsourcing de TI, o que faz com que esse modelo esteja no radar de líderes de negócios.

Provedores de serviços podem contribuir para um impacto significativo fazendo a ponte entre tecnologia e negócios, ampliando suas funções nos clientes, e os ajudando a atingir metas ambiciosas. Mas fazer isso exige que os provedores de outsourcing de TI aumentem seu conhecimento do mercado, entregando processos de negócios habilitados para TI, serviços de aplicativos e soluções de infraestrutura para resultados de negócios.

Ofertas de serviços inovadoras devem enfatizar metodologias como design thinking, entrega ágil, centros de excelência e automação de processos de negócios em escala que podem ajudar superar os desafios da integração dos sistemas legados e dos modelos de processos de negócios.

Outsourcing de TI: mais e mais desafios

A digitalização e o crescimento do trabalho remoto criaram desafios de privacidade e segurança de dados para as empresas, que podem ser minimizados com a parceria e expertise de terceiros. Gerenciar esses riscos exige mudanças nas práticas operacionais, como controles aprimorados de risco e segurança, soluções de Disaster Recovery e planejamento de continuidade dos negócios, novas políticas de proteção e treinamento adicional de segurança cibernética para funcionários, enfim, uma visão da infraestrutura e processos que exige uma abordagem holística. Os riscos exigem reavaliação contínua, principalmente em processos de negócios críticos com uma tolerância muito baixa a falhas.

E, além disso, atualmente CIOs também recorrem ao modelo de outsourcing de TI para enfrentar outro desafio: a retenção de talentos. Segundo pesquisa da consultoria Gartner, globalmente, apenas 29% dos profissionais de TI têm intenção de permanecer em seus atuais empregos. A média é ainda menor na Ásia (19,6%), Austrália e Nova Zelândia (23,6%) e América Latina (26,9%). Mesmo na Europa, a região com melhor desempenho, apenas quatro em dez funcionários de TI (38,8%) possuem intenção de permanecer nas empresas que os empregam atualmente. O Gartner entrevistou 18 mil profissionais de todo o mundo no quarto trimestre de 2021, incluindo 1.755 funcionários do setor de tecnologia. As respostas foram coletadas em 40 países e em 15 línguas diferentes.

Mercado em expansão

O mercado global de outsourcing de TI deve atingir US$ 937,67 bilhões até 2027, o que comprova a confiança no modelo. O mercado global de outsourcing de serviços de TI estava avaliado em cerca de US$ 556,67 bilhões em 2020 e deve crescer a uma taxa de mais de 7,7% até 2027.

Como em todos os setores da economia, a pandemia do COVID-19 testou a resiliência tanto dos clientes quanto dos provedores de serviços de outsourcing de TI – que, em resposta, ampliaram suas ofertas. Pesquisas indicam que mais de 90% dos hubs de serviços globais fizeram a transição para um modelo de entrega remota praticamente sem perda de produtividade, experiência de atendimento ao cliente ou satisfação dos funcionários.

Enquanto aguardam a retomada total da economia pós-pandemia, as empresas estão acelerando ainda mais seus esforços de digitalização e planejando um mundo onde o trabalho híbrido é cada vez mais a norma.

Isso encoraja os líderes de negócio a reverem várias decisões importantes sobre futuros modelos de entrega global. O crescimento das interações sem contato com o cliente com base em aplicativos e portais da web de autoatendimento está tornando a digitalização dos principais processos uma necessidade, além da obrigação de entregar uma experiência única e transparente ao usuário.

O outsourcing de TI, que inclui diversos modelos de entrega e de serviços, está cada vez mais estruturado em torno de resultados direcionados e entregues como um serviço. Em vez de fornecer apenas pessoas qualificadas, os provedores de serviços geralmente também fornecem experiência em processos e plataformas de tecnologia.

Escolha um provedor em que você pode confiar

Seu provedor de serviços e de infraestrutura de TI deve trabalhar como uma extensão da sua empresa. Escolha um parceiro com quem você se sinta à vontade para compartilhar segredos comerciais, ou o projeto não progredirá.

Tenha como princípio a escolha de um provedor alinhado com seus objetivos e cultura de negócios. Quanto mais ele entender suas necessidades, mais transparente será a jornada.

É verdade que muitas empresas recorrem à terceirização para cortar custos. Mas, embora essa seja uma das grandes vantagens, não deve ser a principal métrica. A chave é encontrar um parceiro que tenha um custo mais barato do que uma equipe interna, e que possa oferecer um nível superior de expertise e serviço do que pode ser encontrado na empresa. Esse pode ser um equilíbrio difícil de encontrar, mas é possível.

Lembre-se que é extremamente importante focar na parceria de negócios. Segundo o Gartner, em seu relatório “Prioridades para a liderança de TI em 2021”, a redução do risco de terceiros no outsourcing de TI está no topo da lista. Os analistas indicam que vale a pena considerar a cooperação com fornecedores confiáveis e estar aberto à colaboração com fornecedores de TI reconhecidos pelo mercado e confiáveis. Para eles, o foco no gerenciamento eficaz de fornecedores se tornará uma das mais importantes tendências de terceirização.

Por isso, o outsourcing de TI é muito mais sobre gerenciamento de relacionamentos do que sobre acordos de nível de serviço e é uma parceria, não apenas um projeto de compra de serviços.

Entre em contato com um especialista da Technocomp e tenha um verdadeiro parceiro.